ESTOURA ESQUEMA DE NOTAS FISCAIS FRIAS NO AM:PREJUÍZO AOS COFRES PÚBLICOS PODE CHEGAR A 50 MILHÕES

Publicado em Atualizado em

Do site O Curumim:

Um inquérito em trâmite na Polícia Federal pode revelar um escandaloso esquema de venda de notas fiscais falsas, sonegação, lavagem de dinheiro, formação de quadrilha, enriquecimento ilícito, além de outros, dentro de órgãos do Governo do Amazonas.

O esquema envolve as agências de propaganda Jobast Produções Ltda. e Sistema de Comunicação Sol Ltda.

Segundo fontes do blog, a empresa Sistema Sol falsificava notas fiscais e vendia para a Jobast, simulando serviços fictícios e superfaturados, “esquentando a contabilidade da Jobast”, conforme revelou a fonte do blog.

A empresa Sistema de Comunicação Sol Ltda. é de propriedade de Ivanete Gomes Amâncio, mulher do advogado Afonso Luciano Gomes Amâncio, funcionário da Jobast. Segundo investigações, o Sistema Sol seria uma empresa de fachada utilizada apenas para fabricar as notas fiscais falsas.

A Prefeitura de Manaus pediu a Delegacia de Crimes Fazendários da Polícia Civil que instaure inquérito para investigar o paradeiro dos dirigentes da empresa. Fiscais da Prefeitura não conseguiram localizar a agência de propaganda no endereço que consta no cadastro municipal. Foram publicados editais nos jornais da cidade convocando os dirigentes, que não apareceram.

O esquema seria comandado pelo advogado Afonso Luciano Gomes Amâncio, que de próprio punho preenchia as notas fiscais frias que eram repassadas para a Jobast e em seguida para órgãos do Governo do Estado, entre eles, a Universidade do Estado do Amazonas, Secretaria de Educação e Agência de Comunicação Social.

SUPERFATURAMENTO E SERVIÇO FICTÍCIO

Umas das notas fiscais emitidas pelo Sistema Sol Ltda., contra a Jobast e UEA, no ano de 2006, de número 0051, indica a cobrança de 615 mil reais referente a produção de uma página na internet, para o Projeto Aprovar e Proformar. Uma empresa especializada em páginas para a internet cobra atualmente cerca de 2 mil reais.

O valor atualizado da nota fiscal apontada como fraudada pode chegar a 800 mil reias.

O Sistema Sol nunca teve registro de funcionários no Ministério do Trabalho e nunca pagou nada de tributo municipal ou federal.

PATRIMÔNIO MILIONÁRIO E TESTAS DE FERRO

Afonso Luciano usava a mulher Ivanete Gomes Amâncio e a irmã Elizângela Amâncio como testas de ferro do Sistema de Comunicação Sol Ltda. Afonso que há poucos anos era técnico em eletrônica, no bairro de São Francisco, é hoje dono de um patrimônio milionário, com mansões em Manaus e Brasília, salas comerciais em prédios de luxo, terrenos, carros conversíveis. Uma fonte do blog disse que Afonso vive viajando para o exterior com a família.

Documentos enviados ao blog do Holanda revelam que Afonso nunca declarou os bens avaliados em mais de 15 milhões de reais. Afonso teria deixado Manaus recentemente, após tomar conhecimento das investigações contra ele. Provavelmente estaria morando no exterior.

fonte: blogdoholanda.com.br

2 opiniões sobre “ESTOURA ESQUEMA DE NOTAS FISCAIS FRIAS NO AM:PREJUÍZO AOS COFRES PÚBLICOS PODE CHEGAR A 50 MILHÕES

    Hélio Rodrigues da Rocha disse:
    2012/01/21 às 07:05

    Sou filho de Lábrea, mas fui obrigado a exilar-me em outro Estado para ter a chance de estudos e sucesso profissional. Não somente em Lábrea, mas em toda a hinterlândia, a corrupção desabrocha como uma rosa vermelha e atinge toda a população. Acabo de escrever um livro – “Maciary, ou para além do encontro das águas”, que ser[a publicado pela Editora Baraunas – SP. Meu objetivo é contribuir com um material histórico sobre a colonização do Purus nos idos de 1870, com a chegada do Coronel Labre às terras indígenas puruenses. Mostro, através de alguns personagens e narradores, como se iniciou todo esse processo que tanto me envergonha e me faz escrever contra tais desmandos imperialistas… A história de Maciary é dedicada a todos os filhos naturais e adotivos da Selva amazônica, essa grandiosa Esfinge Verde…
    Helio Rodrigues da Rocha – contato – heliorodriguesrocha@hotmail.com

    José Geraldo da Silva disse:
    2014/08/27 às 08:19

    Estranho… Esperar um cidadão montar um patrimônio tão alto e depois é que vão agir…
    Aí em Lábrea existem milhonários que vivem muito folgados…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s