87 cidades podem ter novas eleições para Prefeito

Publicado em

RIO – Levantamento do site Congresso em Foco, com base em dados divulgados pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), aponta que 87 municípios podem realizar novas eleições para escolher um novo prefeito. O clima ainda é de indecisão por conta do alto número de votos anulados, já que candidatos potencialmente eleitos foram barrados pelos tribunais regionais eleitorais à espera de uma decisão do TSE. Isso porque o Código Eleitoral brasileiro permite que uma nova eleição seja convocada caso 50% ou mais dos votos sejam anulados.

No Rio de Janeiro, dois municípios estão na lista: Cabo Frio, onde o candidato do PP, Alair Corrêa, que mesmo com os 45.931 votos não pode se considerar eleito; e São José do Vale do Rio Preto, onde o candidato do PMDB, Rosaldo, também enfrenta problemas com a justiça eleitoral.

Veja aqui lista completa das cidades brasileiras onde devem acontecer novas eleições.

Se houver necessidade de uma nova eleição, ela terá de ser marcada entre 20 e 40 dias depois do esgotamento da possibilidade de recursos. Para isso, é preciso aguardar uma decisão definitiva do TSE. A ministra Cármen Lúcia, presidente do Tribunal, disse recentemente que os casos que podem influenciar no resultado têm prioridade de julgamento.

Em outras quatro cidades brasileiras, nenhum voto foi considerado válido pela Justiça. Isso aconteceu em duas cidades de nome Cedro (de Pernambuco e do Ceará), em Bom Jesus de Goiás (GO) e em Monte Alegre (RN).

Ainda conforme levantamento, 96 candidatos a prefeito foram barrados em todo o Brasil. Em algumas cidades, há casos em que mais de um político foi barrado e, no total, 884 mil votos foram perdidos. Todos podem recorrer. O próprio TSE ainda não tem esse levantamento e nem sequer o número de municípios que possam vir a ter uma nova eleição por conta de candidatos barrados por problemas com a Justiça.

As 87 cidades ameaçadas por novas eleições representam 1,6% dos mais de 5.500 municípios brasileiros. O procurador-geral da República, Roberto Gurgel, disse acreditar que será ainda menor o número de cidades onde realmente vai fazer uma nova eleição. “Vamos ter que examinar caso a caso. Eu acredito que o número não deve ficar tão grande assim”, afirmou ao Congresso em Foco.

Isso porque ele entende que o Ministério Público e o TSE têm feito um esforço para analisar e julgar todos os recursos envolvendo as eleições, que hoje estão atrasados. Para Gurgel, este ano a eleição foi um tanto “atípica”. Na visão dele, a greve dos servidores da Justiça e dos Correios provocou um atraso na chegada das contestações ao tribunal.

Com 77% dos votos válidos, candidato não se elege em SC

Em Criciúma, cidade do interior de Santa Catarina, o candidato à reeleição Clésio Salvaro, do PSDB, obteve 86.016 votos de um total de 120.097. Se ele não tivesse concorrido com o registro indeferido por ter sido barrado pela lei da Ficha Limpa, Salvaro poderia se considerar eleito com 77% dos votos válidos, mas os dados do TSE consideram que as eleições no município terminaram com 90.519 dos votos nulos. A candidata do PSD, Rommana Remor, com apenas 26 mil votos válidos – ou 5% do total – foi eleita provisoriamente. O tucano entrou com recurso no TSE para garantir sua vitória nas urnas, processo que ainda não foi julgado.

Os problemas de Salvaro começaram porque desde 2005, quando era deputado estadual, ele tinha um programa de rádio, além de um ônibus que levava assistência à população mais carente de toda a região, promovendo casamentos coletivos sempre com a participação do Poder Judiciário. Em 2008, época em que concorria pela primeira vez à prefeitura de Criciúma, o PMDB entrou com um pedido de cassação do seu mandato por conta destas ações, alegando que poderia desequilibrar o pleito eleitoral. A justiça não permitiu que o mandato do tucano fosse cassado, mas deixou-o inelegível por 3 anos a partir dia 5 de outubro de 2008. Passados os três anos, a justiça eleitoral restabeleceu a elegibilidade de Salvaro, cujo governo teve 90% de aprovação, mas quando ele foi registrar sua candidatura à reeleição, foi informado que havia uma lei complementar – a lei da Ficha Limpa – que o tornava inelegível por 8 anos.

– Disputei a eleição porque a justiça permitiu que eu disputasse, já que meu processo estava em grau de recurso. Tenho a vida limpa e joguei limpo com a minha cidade e estou tranquilo em relação à minha posse porque eu tenho a mais firme convicção de que eu sou ficha limpa.

Por ora, Salvaro ganhou mas não levou. A assessoria do TRE de Santa Catarina afirma que os votos do tucano foram computados, são públicos e não deixam de existir. Estão guardados. Caso ele tenha sucesso nos recursos, os votos serão considerados válidos e não haverá necessidade de uma nova eleição em Criciúma.

Candidatos indeferidos ou cassados que teriam votos para se eleger

UF Cidade Candidato Partido Votos
AM Boca do Acre Antonio Iran de Souza Lima PSD 5.706
AP Água Branca do Amapari Maria do Socorro Pelaes PTN 3.673
BA Amélia Rodrigues Paulo Cesar Bahia Falcao PSD 5.812
BA Cruz Das Almas Raimundo Jean Cavalcante Silva PMDB 16.354
BA Muquém do São Francisco Marcio Cesare Rodrigues Mariano PP 3.609
BA Pojuca Antonio Jorge de Aragão Nunes PDT 14.946
BA Salinas da Margarida Jorge Antonio Castellucci Ferreira PV 4.541
CE Acaraú Alexandre Ferreira Gomes da Silveira PMDB 16.117
CE Boa Viagem Fernando Antonio Vieira Assef PSD 15.190
CE Cedro Francisco Nilson Alves Diniz PSB 8.285
CE Deputado Irapuan Pinheiro Maria Rizoleta Pinheiro Moreira PSDB 3.202
CE General Sampaio Raimundo Acinesio Bezerra PR 2.680
CE Horizonte Manoel Gomes de Farias Neto PSDB 22.610
CE Iguatu Aderilo Antunes Alcantara Filho PRB 30.203
CE Meruoca Joao Coutinho Aguiar Neto PT 5.094
CE Morada Nova Glauber Barbosa Castro PMDB 22.643
CE Mucambo Wilebaldo Melo Aguiar PSDB 4.933
CE Nova Olinda Francisco Ronaldo Sampaio PSD 4.978
CE Orós Simão Pedro Alves Pequeno PSB 7.637
CE Pacoti Edson Leite Araujo PSB 4.368
CE Quixeramobim Cirilo Antonio Pimenta Lima PSD 22.733
CE Redenção Manuel Soares Bandeira PDT 10.952
CE Reriutaba Galeno Taumaturgo Lopes PSB 6.102
CE Tururu Raimundo Nonato Barroso Bonfim PSDB 5.648
ES Guarapari Edson Figueiredo Magalhães PPS 39.027
ES Pedro Canário Antonio Wilson Fiorot PSB 8.493
GO Alto Horizonte Oildo Silveira Machado PP 2.147
GO Bom Jesus de Goiás Fernando Luís Pereira Oliveira PMDB 6.951
GO Catalão Jardel Sebba PSDB 25.818
GO Flores de Goiás Valmim Soares de Campos PMDB 2.760
GO Rio Quente Rivalino de Oliveira Alves PP 1.346
GO Santa Rita do Novo Destino Edimar de Paula e Souza PSDB 882
GO Santa Terezinha de Goiás Suelio José Lourenço PMDB 3.919
MA Amarante do Maranhão Adriana Luriko Kamada Ribeiro PV 9.678
MA Boa Vista do Gurupi Valmy Francisco de Oliveira PMDB 2.080
MG Bambuí Lélis Jorge Silva PTB 6.557
MG Biquinhas Arisleu Ferreira Pires PSDB 1.344
MG Catuti Helio Pinheiro da Cruz Junior PP 1.924
MG Mar de Espanha Welington Marcos Rodrigues PSDB 4.285
MG Paraisópolis Wagner Ribeiro de Barros PSB 5.906
MG Paulistas Geraldo Ribeiro de Morais DEM 1.549
MG Piedade Dos Gerais Rogério Mendes da Costa PR 2.044
MG São Francisco Evanilso Aparecido Carneiro PSDB 11.802
MG São Pedro Dos Ferros Reginaldo Moura Batista PPS 2.252
MS Bonito Geraldo Alves Marques PDT 6.611
MT Chapada Dos Guimarães Gilberto Schwarz de Mello PR 2.891
MT Glória D’oeste Nilton Borges Borgato PP 1.237
MT Juara Oscar Martins Bezerra PSB 9.948
PA Água Azul do Norte Jose Lourenço de Oliveira Amaral PSB 4.162
PA Marituba Mario Henrique de Lima Biscaro PSD 27.486
PA Monte Alegre Jardel Vasconcelos Carmo PMDB 12.521
PA Santa Bárbara do Pará Ciro Souza Goes PSD 5.108
PA São João da Ponta Orleandro Alves Feitosa PSD 1.279
PB Barra de Santana Joventino Ernesto do Rego Neto PSC 2.953
PB Coremas Antônio Carlos Cavalcanti Lopes PSDB 4.877
PB Pedra Branca Allan Feliphe Bastos de Sousa PMDB 1.422
PE Água Preta Armando Almeida Souto PDT 8.764
PE Cedro Josenildo Leite Soares PSB 3.626
PI Brasileira Paula Miranda Amorim Araujo PSB 2.913
PR Colombo Izabete Cristina Pavin PSDB 53.980
PR Marechal Cândido Rondon Moacir Luiz Froehlich PMDB 13.538
PR Rio Branco do Sul Cezar Gibran Johnsson PSC 9.480
PR Santa Inês Jose Pedro Rodrigues da Silva PTB 781
RJ Cabo Frio Alair Corrêa PP 58.278
RJ Mendes Ricardo Mello PMDB 3.385
RJ São José do Vale do Rio Preto Rosaldo Andriolo PMDB 6.384
RJ Teresópolis Mario Tricano PP 27.672
RJ Valença Dr. Álvaro Cabral PRB 12.445
RN Barcelona Carlos Zamith de Souza PMDB 2.048
RN Galinhos Joseneide Cunha de Medeiros PP 946
RN Monte Alegre Severino Rodrigues da Silva PMDB 6.860
RN Serra do Mel Manoel Candido da Costa PT 4.049
RO Campo Novo de Rondônia Oscimar Aparecido Ferreira PPS 3.117
RS Itaqui Jarbas da Silva Martini PP 10.394
RS Novo Hamburgo Tarcisio João Zimmermann PT 67.283
RS São João do Polêsine Valserina Maria Bulegon Gassen PMDB 1.144
RS Sobradinho Jorge Luiz Pohlmann PP 4.712
RS Tucunduva Lauri Bottega PMDB 2.303
SC Balneário Rincão Decio Gomes Goes PT 4.209
SC Benedito Novo Laurino Dalke PMDB 3.565
SC Campo Erê Odilson Vicente de Lima PR 3.011
SC Criciúma Clesio Salvaro PSDB 86.016
SC Palhoça Ivon Jomir de Souza PSDB 29.721
SC Ponte Serrada Clodemar João Christianetti Ferreira PP 3.763
SC Presidente Nereu Antonio Francisco Comandoli PT 1.399
SC Tangará Robens Rech PMDB 3.519
SC Videira Wilmar Carelli PMDB 19.630
SE Aquidabã Jose Carlos Dos Santos PMDB 6.229
SE Japaratuba Gerard Lothaire Jules Olivier PT 5.185
SP Aparecida José Luiz Rodrigues PR 11.024
SP Araçoiaba da Serra Mara Lucia Ferreira de Melo PT 6.356
SP Boa Esperança do Sul Jaime Fortino Benassi PMDB 4.682
SP Braúna Vander Antonio Guerrero Bosco PMDB 1.864
SP Cafelândia Luis Otávio Conceição de Carvalho PSDB 5.423
SP Campina do Monte Alegre Carlos Eduardo Vieira Ribeiro PV 1.245
SP Coronel Macedo José Carlos Tonon PDT 2.080
SP Descalvado Jose Carlos Calza PSDB 9.757
SP Eldorado Valmir Beber PMDB 5.781
SP Euclides da Cunha Paulista Maria de Lurdes Teodoro Dos Santos PMDB 2.393
SP Fernão Emerson Marcello Baraldi PSDB 722
SP General Salgado David Jose Martins Rodrigues DEM 4.558
SP Guapiaçu Maria Ivanete Hernandes Vetorasso PSDB 6.282
SP Iaras Francisco Pinto de Souza PP 1.697
SP Ibiúna Fabio Bello de Oliveira PMDB 19.096
SP Jaguariúna Tarcisio Cleto Chiavegato PTB 16.010
SP Lavrinhas Jose Luiz da Cunha PSDB 2.336
SP Martinópolis Antonio Leal Cordeiro PV 8.214
SP Osvaldo Cruz Valter Luiz Martins PSDB 12.596
SP Pedrinhas Paulista Geraldo Giannetta PTB 1.457
SP Pindorama Nelson Trabuco DEM 5.001
SP Potim João Benedito Angelieri PSB 4.061
SP Reginópolis Marco Antonio Martins Bastos PSDB 1.813
SP Santa Cruz do Rio Pardo Otacílio Parras Assis PT 11.849
SP São José do Rio Pardo Joao Luis Soares da Cunha PMDB 8.581
SP Severínia Isidro Joao Camacho PSDB 3.354
SP Taquarituba Miderson Zanello Milleo PSDB 7.566
TO Angico José Otacílio da Rocha Ferreira PP 1.310
TO Colinas do Tocantins José Santana Neto PT 8.999

Fonte: O Globo

Leia Também:

Prefeitos ‘fichas sujas’ podem ter seus votos anulados e não assumir

Ficha Limpa no TSE pode mudar resultado das urnas

Márlon Reis: “Ainda temos uma grande parcela que usa o voto como mercadoria”

13 opiniões sobre “87 cidades podem ter novas eleições para Prefeito

    Celia disse:
    2012/10/30 às 07:00

    Como uma pessoa condenada, com prisão decretada, consegue se eleger prefeita de uma cidade? Simplesmente tirando uma letra do seu nome, conseguiu ter sua ficha aprovada! Como é possivel que a justiça não verifique filiação, data de nascimento, etc? Que o povo não tenha acesso a todas as informações é aceitável, mas o governo! Sabemos que muitas pessoas são confundidas e tem problemas sérios por serem homonimos, mas neste caso, o proprio governo está sendo cego e fará com que uma população inteira se coloque a mercê de um criminoso…

    valdenice barbosa disse:
    2012/12/11 às 15:34

    acho que se foi dado o direito de se candidata é porque teria condições de governa, e se o povo elegeu é porque eles querem , aquele prefeito.

      j.akdanygomes@hotmail.com disse:
      2012/12/26 às 08:14

      exato
      alias , acho um grande erro da justiça, porque se o candidato esta sobre julgamento não se devia nem deixar ele ser candidato , afinal de contas se ñós temos um cpf bloqueado não conseguimos comprar nada, e neste caso poucos tem realmente a consciencia , pois os politicos tem uma labia exelente neste momento e acaba iludindo o povo que é feito de palhaço e acaba votando em alguem que não se assumir *ridiculo isso*

        j.akdanygomes@hotmail.com disse:
        2012/12/26 às 08:23

        E o povo é que sofre cada hora , é um comentário novo, uma hora um vai assumir um hora é o outro, que assuma e a justiça determine de uma vez que aquele é o candidato certo e não de mais çado pra recursos e pronto, enquanto não se julgar exatamentte o outro candidato , esta ilegivel e pronto , que bagunça e o povo fica todo dividido confuso , amendontrado, e passando as festas de natais ano novo, todos chateados , preocupados, isto é um absudo nesta hora acho que a justiça devia se impor mais, e não deixar brechas , o qual ela deixou nesta lei da ficha limpa, NÃO PODE ASSUMIR? NÃO PODE NEM SER CANDIDATO E PRONTO. ONDE ESTA A NOSSA DEMOCRACIA , ISTO NÃO É DEMOCRACIA.

      jane maria disse:
      2013/02/22 às 12:35

      Apoiada

    adriano da silva disse:
    2012/12/17 às 21:08

    ta ai alei vamos ver se funciona fixa sucha

    adriano da silvia disse:
    2013/01/01 às 07:15

    lendo tudo iso sabemos que o brasil tem lei eso as autoridade atuar que nao fica niguem impune

    Silvana henrique da silva disse:
    2013/02/07 às 11:04

    Na minha opniao se o prefeito foi elite é porque a populaçao acretitou nele ja que ele nao podia ser candidato porque a justiça permitiu que ele levassem a campanha adiante.

    44 disse:
    2013/02/17 às 09:56

    Pena que as urnas eletronicas não são confiaveis e isto é um foto ! motivo este que os americanos usão urnas a moda antiga !
    NA MINHA CIDADE TEVE DEZENAS URNAS TEMPORARIAMENTE PARALIZADAS UM TIPO DE CONGELAMENTO NO SISTEMA E UM FATO QUE OCORREU QUE EM TODAS AS URNAS UM UNICO CANDIDATO GANHOU NESTAS URNAS (QUE TEVE ESTE TIPO DE PANE ) COM MAIS DE 30% DOS VOTOS !
    MEUS PESAMIS A ESTRUTURA DE FICHA LIMPA POIS CREIO SIM QUE AS URNAS NÃO SÃO LIMPAS! ISTO É UM FATO QUE OCORREU EM VARIAS CIDADE DO ESTADO RJ !

    paula pereira disse:
    2013/04/20 às 15:06

    estou muito triste porque vao empossar um prefeito ficha suja em alto horizonte go, qv e o sr. oildo silveira machado. comprou muito voto, porissso ganhou com pouca diferenca do outro candidato hernandes mauricio pmdb, ele tambem nao esta registrado. q horror e disse q vai acumir na segunda feira proxima, acho q deveria ter outra eleicao.

    paula pereira disse:
    2013/04/20 às 15:21

    Alto horizonte-Go. estou muito triste, E o povo é que sofre cada hora , é um comentário novo, uma hora um vai assumir um hora é o outro, que assuma e a justiça determine de uma vez que aquele é o candidato certo e não de mais çado pra recursos e pronto, enquanto não se julgar exatamentte o outro candidato , esta ilegivel e pronto , o sr oildo silveira machado nem esta registro para ser o candidato a Prefeito que bagunça e o povo fica todo dividido confuso , e uma falta de respeito com o povo amendontrado, e passando as festas de natais ano novo, todos chateados , preocupados, isto é um absudo nesta hora acho que a justiça devia se impor mais, e não deixar brechas , o qual ela deixou nesta lei da ficha limpa, NÃO PODE ASSUMIR? NÃO PODE NEM SER CANDIDATO E PRONTO. ONDE ESTA A NOSSA DEMOCRACIA.

      ROQUE MARCOS DE OLIVEIRA disse:
      2013/04/25 às 17:18

      infelismente todas essas aberraçoes que vem acontecendo com nossas politica deixam o povo atonitos e estarrecidos em relaçao ao futuro .O que dizer para nossos netos,tudo isto e´comum,nos moramos em um país onde não há lei,nem justiça,onde os corrupitos fazem o que querem porque estão no poder ou porque tem dinheiro para pagar bons advogados com onus dos proprios eleitores,com o dinheiro do proprio povo,o que nos devemos fazer setar nos sofas de nossos comodismo e assistir a banda passar ou partir para o incorrigivel.Agora tramita no Congresso Nacional uma tal de PEC 37,PROPOSTA DE EMENDA COMPLEMENTAR,que nos levará ao repúdio e indiginaçao e correr em busca de justiça.Pressumi-se que tal emenda apo´s sua aprovação acarretará no fim do trabalho do MINISTÉRIO PÚBLICO NO PARLAMENTO E NO SENADO FEDERAL,NO FIM DAS CPIS,NOM FIM DO JORNALISMO INVESTIGATIVO,ETC.Esses riscos eminentes nos levará ao RETROCESSO DE NOSSO PAÍS.O artigo 5 DO código penall que fala sobre a lei da retroatividade.O artigo 37 da CONSTITUIÇÃO FEDERAL que fala sobre os princípios basicos da MORALIDADE,LEGALIDADE,IMPESSOALIDADE,PUBLICIDADE E EFICIENCIA ,pelo qual todos os poderes,UNIAÕ,ESTADOS,DISTRITO FEDERAL E MUNICÍPIOS E TODAS AS ADMINISTRAÇOES PUBLICAS DIRETA E INDIRETA tem que obdece-la.A esta emenda tornando-se lei disporá sobre certos requisitos e as restringirás.

    luzia disse:
    2013/09/09 às 14:11

    santa rita do novo destino espera e confia na honestidades do tse não temos duvida de que a ficha limpa vai prevalecer, chega d corrupção. Já é um bom começo mostrar pra esses politico que quem deve governar é quem tem caráter , e não quem tem dinheiro, porque aki em nosso município escolhe-se o candidato é pela posição financeira e não pela competência e honestidade.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s