DESCASO: Bebê recém-nascido morre após ficar em incubadora improvisada com balde no Hospital Regional de Lábrea

Publicado em Atualizado em

Manaus, 13/03/2018

balde
Foto: divulgação Portal G1 TV Globo

Um bebê recém-nascido morreu no Hospital Regional de Lábrea, (851 km de Manaus). O menino, segundo familiares, teria ficado mais de 24 horas em uma incubadora improvisada com um balde. A Secretaria de Saúde do Amazonas (Susam) disse que a criança nasceu com problemas cardíacos.

O relato foi enviado por familiares por meio do aplicativo ‘Tô na Rede’. A mãe deu entrada no hospital na madrugada de quinta-feira (8), já com a bolsa rompida. A cirurgia cesariana só foi feita na sexta-feira (9).

Segundo a família, o bebê nasceu roxo e com dificuldades de respiração. Como o hospital não tinha equipamentos de suporte, tiveram que improvisar com o balde. O menino morreu no sábado (10).

A Secretaria de Estado de Saúde informou, por meio de nota, que foi solicitado o serviço de Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) aérea para a remoção. No entanto, a criança não resistiu até a chegada da aeronave.

Segundo a Susam, o hospital do município dispõe de enfermeiros e médicos que prestaram atendimento à mãe e ao bebê.

A direção do Hospital Regional de Lábrea informou que deve abrir uma sindicância para apurar as responsabilidades no caso. A Susam informou ainda que está em processo de aquisição de uma incubadora para a unidade, que foi entregue à atual gestão da Susam sem o equipamento.

Fonte: G1 Amazonas  – https://g1.globo.com/am/amazonas/noticia/bebe-recem-nascido-morre-apos-ficar-em-incubadora-improvisada-com-balde-no-am.ghtml

Um bebê recém-nascido morreu em um hospital localizado no município de Lábrea, a 851 km de Manaus. O menino, segundo familiares, teria ficado mais de 24 horas em uma incubadora improvisada com um balde. A Secretaria de Saúde do Amazonas (Susam) disse que a criança nasceu com problemas cardíacos.

O relato foi enviado por familiares por meio do aplicativo ‘Tô na Rede’. A mãe deu entrada no hospital na madrugada de quinta-feira (8), já com a bolsa rompida. A cirurgia cesariana só foi feita na sexta-feira (9).

Segundo a família, o bebê nasceu roxo e com dificuldades de respiração. Como o hospital não tinha equipamentos de suporte, tiveram que improvisar com o balde. O menino morreu no sábado (10).

Pais denunciam hospital após criança morrer em incubadora improvisada, no AM

Pais denunciam hospital após criança morrer em incubadora improvisada, no AM

A Secretaria de Estado de Saúde informou, por meio de nota, que foi solicitado o serviço de Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) aérea para a remoção. No entanto, a criança não resistiu até a chegada da aeronave.

Segundo a Susam, o hospital do município dispõe de enfermeiros e médicos que prestaram atendimento à mãe e ao bebê.

A direção do Hospital Regional de Juruá informou que deve abrir uma sindicância para apurar as responsabilidades no caso. A Susam informou ainda que está em processo de aquisição de uma incubadora para a unidade, que foi entregue à atual gestão da Susam sem o equipamento.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s