carlos mendes

Governo Federal vai construir sete aeroportos no Amazonas

Publicado em

Os sete novos aeroportos amazonenses serão construídos nos municípios de Jutaí, Maraã, Amaturá, Uarini, Pauini, Nova Olinda do Norte e Codajás e cada obra deverá custar entre R$ 22 milhões e R$ 25 milhões.

Pista pouso da cidade de Pauini é questionável. Fica em área urbana onde, em agosto, uma aeronave (foto) matou um motociclista durante procedimento de pouso(Luiz Carlos Mendes da Silva / Pauini Hoje)

O governo federal vai construir sete aeroportos e reformar 18 terminais de pequeno porte no Amazonas. A informação é do governador do estado, Omar Aziz, que esteve nesta terça-feira (16) com a presidenta Dilma Rousseff. As obras farão parte de um pacote para aviação regional previsto para ser anunciado em novembro e que terá repasse de recursos a fundo perdido, segundo Aziz.

Os sete novos aeroportos amazonenses serão construídos nos municípios de Jutaí, Maraã, Amaturá, Uarini, Pauini, Nova Olinda do Norte e Codajás. Cada obra deverá custar entre R$ 22 milhões e R$ 25 milhões, segundo estimativas do governo estadual. Os aeroportos serão de pequeno porte, com pistas de 1,4 mil metros.

Segundo o governador, os equipamentos são necessários para agilizar serviços à população de municípios isolados. “Quem conhece nossa região sabe a importância de se ter um aeroporto. Muitas vezes, uma pessoa com uma doença ou vítima de acidente grave leva de 15 a 20 dias de barco para chegar a uma cidade em que possa ter um bom atendimento. Com um aeroporto, isso muda”, comparou.

Além dos recursos para a construção e reforma dos aeroportos, o Amazonas também deverá receber R$ 276 milhões para as obras do anel viário de Manaus, com cerca de 30 quilômetros de vias no entorno da capital. Segundo Aziz, a fonte de recursos para a obra ainda será definida pelo Ministério do Planejamento. A expectativa do governo amazonense é licitar o projeto ainda este ano.

Fonte: A Critica