qg

Prefeito de Rurópolis não respeita lei, desaparece e não deixa fazer transição.

Publicado em

“não farei a transição, e ninguém está autorizado a fazer por mim”,SDC10050Isso já era de se esperar, o abençoado prefeito de Rurópolis, isso até dia 31, graças a Deus, Aparecido Florentino da Silva, o popular Cabeça de Capacete aprontou mais uma daquelas suas com ar de muita educação.

Atropelando leis, batendo, o pé e dando coice com seu ar de educado: “não farei a transição, e ninguém está autorizado a fazer por mim”, resmungou por todo o corredor da prefeitura.

Alcançado pelo QG, Pablo Genuíno, prefeito a partir de Janeiro de 2013, explicou que todas as solicitações foram feitas, e que nenhuma foram atendida, e como não existe outra forma vai se se virar nos 30, como diz o apresentador Faustão.

Nos bastidores da prefeitura o corre, corre é desesperador, só ver contadores e assessores com computadores na mão. Aparecido Silva desapareceu da cidade, além de não aceitar a transição já deixou claro que deixará para seu FIEL ESCUDEIRO conhecido por BAL a missão da passagem de faixa para o novo prefeito.

Hoje Aparecido Florentino da Silva, de um simples empresário virou um MEGA patrão, com patrimônios distribuídos em vários locais do país. Fazendo em Placas, Medicilândia, apartamentos em Santarém, Belém, Brasília, lojas e uma mansão de fazer inveja no centro da cidade de Rurópolis, tudo isso vindo dos recursos públicos que recebeu durante 8 anos administrando o pobre município de Rurópolis.

Fonte:Ocorrência Policial-Região oeste do Pará